Exposição Sioma Breitman, o Retratista de Porto Alegre

A mostra, que abriu em 18 de janeiro e permaneceu em cartaz até 24 de abril de 2022, apresentou um olhar sobre o trabalho do icônico fotógrafo Sioma Breitman (1903-1980), com cerca de 200 imagens selecionadas, incluindo algumas inéditas. Nascido na Ucrânia, o fotógrafo escolheu o Rio Grande do Sul como casa e retratou as facetas urbanas e rurais do Estado em mais de 60 anos de atuação.

A exposição que inaugurou o calendário de mostras do Farol Santander Porto Alegre em 2022 está diretamente conectada com as celebrações pelos 250 anos da cidade. Grandes ampliações de fotos de até 3mx5m, além de recursos audiovisuais, ambientaram o público em uma jornada imersiva na capital gaúcha entre 1920 e 1970.

Como atividade complementar à exposição foi realizada a palestra “O Papel dos Arquivos Fotográficos na Construção da Cidadania”, ministrada por Sérgio Burgi, coordenador do Instituto Moreira Sales, o fotógrafo Ricardo Chaves e Fernando Bueno, curador da exposição. Outra atividade foi a exibição do curta-metragem “Sioma: o papel da fotografia”, de Eneida Serrano e Karine Emerich, seguida de uma palestra com a fotógrafa Eneida Serrano sobre o Sioma. Também foram promovidas Caminhadas Fotográficas sob o comando de Leopoldo Plentz e de Pedro Flores, visitando alguns locais em que Sioma exerceu seu ofício.

“Sioma Breitman, o Retratista de Porto Alegre” recebeu mais de 10.500 visitantes.

 

Na Imprensa

“No acervo apresentado, cerca de 200 imagens, algumas delas inéditas, narram a história da cidade e de sua gente em diferentes períodos, oferecendo ao público uma viagem no tempo pelo olhar refinado, poético e crítico de seu retratista mais célebre.”
(GZH, 18/01/22)

“O primeiro andar do Farol Santander apresenta uma retrospectiva de um dos mais importantes fotógrafos do estado no século 20. Com curadoria de Andrea Pires e Fernando Bueno, a mostra Sioma Breitman, o Retratista de Porto Alegre, produzida pela Prana Filmes, exibe cerca de 200 imagens do fotógrafo ucraniano Sioma Breitman (1903-1980), que fez carreira na capital gaúcha a partir de 1924. ”
(Ricardo Romanoff, Matinal Jornalismo, 27/01/22)

“Os curadores tiveram acesso a mil negativos, cópias e provas assinadas do acervo da família Breitman.  A escolha foi por organizar cerca de 600 fotografias por setores temáticos, além de destacar desenhos e dois filmes feitos por Sioma. Há também um espaço de memorabilia e um laboratório fotográfico analógico.”
(Luciana Vicente, Correio do Povo, 19/01/22)

“A esses registros, unem-se os retratos pelos quais Breitman também é célebre: há desde cidadãos comuns, que passavam em frente ao atelier do fotógrafo, até nomes importantes da sociedade brasileira, como os políticos Getúlio Vargas e Luís Carlos Prestes, o maestro Heitor Villa-Lobos e o escritor Jorge Amado.”
(Gustavo Foster, G1 RS, 29/01/22)

“Ao visitar a exposição, os visitantes podem ver o homem que viveu a Revolução de 1930 e que presenciou a Exposição de 1935. Foi dele também um grande número de registros da grave enchente de 1941. Destacou-se ainda como ator engajado, responsável por inúmeras atividades em torno da união de sua classe profissional para promover e defender a fotografia.”
(Carlos Edler, Matinal Jornalismo, 05/02/22)

“— É uma mostra inédita em homenagem à capital gaúcha, que oferece ao público uma viagem no tempo pelo olhar refinado, poético e crítico. Com esta mostra celebramos a arte e a cidade, reafirmando nosso compromisso com o resgate da memória de Porto Alegre e fortalecendo nossa missão de continuar a despertar a criatividade, fomentar a cultura e estimular a diversidade de seus habitantes — define Patricia Audi, vice-presidente do Santander Brasil. ”
(GZH, 16/03/22)

Créditos:
Idealização: Fernando Bueno
Curadoria: Fernando Bueno e Andrea Pires
Produção e Coordenação: Luciana Tomasi e Carlos Gerbase
Projeto Expográfico e Produção de Montagem: Eduardo Saorin
Produção Executiva: Patricia Barbieri
Design Gráfico: Tiago Braga
Pesquisa Histórica e Iconográfica: Guilherme Lund e Andrea Pires
Registro Fotográfico: Luciano Spinelli
Compartilhar

Mais Outras Realizações

Festival Primeiro Filme

Festival criado para exibir e premiar as produções realizadas pelos estudantes das instituições participantes do Projeto Primeiro Filme. O objetivo é premiar o esforço coletivo empregado em cada filme – não somente gratificando as melhores produções, mas laureando escolas situadas em regiões de vulnerabilidade social, produções feitas por portadores de necessidades especiais, entre outros. Acesse […]

Projeto Primeiro Filme

O projeto “Primeiro Filme” tem como objetivo principal criar materiais didáticos, estruturas e ferramentas de apoio ao ensino de cinema nas escolas de Ensino Básico (ensino fundamental e médio) e é composto por objetivos específicos, que se apresentam através de três plataformas de ensino: – Livro didático sobre a linguagem e a técnica do cinema. […]

Exposição Moacyr Scliar, O Centauro do Bom Fim

Realizada no Santander Cultural entre 16 de setembro e 16 de novembro de 2014, a exposição retratou a vida e obra do escritor e médico porto-alegrense Moacyr Scliar (1937 – 2011), destacando as múltiplas atividades profissionais e artísticas do autor integrante da Academia Brasileira de Letras. Também foram promovidas diversas atividades simultâneas, como oficinas, seminários, […]

Voltar